Como e por que se deve calcular volume de resíduos da construção civil?

O grande desperdício de materiais em uma construção civil é um dos maiores problemas que envolvem o manuseio de entulhos. Quando isso, feito de maneira inadequada em todas as etapas do processo, desde a separação no armazenamento, no transporte e na destinação, acomete gera poluição ao meio ambiente. Por isso, antes de começar a obra, é necessário que a equipe de engenheiros acompanhe e realize todos os cálculos da quantidade de resíduos que serão gerados para evitar desperdícios.

Faça um levantamento da quantidade de materiais utilizados durante a obra



Atualmente, existem vários modelos numéricos para calcular a quantidade da geração de entulhos em uma obra, e vai depender da equipe que está por trás de todo o processo selecionar o melhor modelo de gestão desses materiais. Para isso, deve-se levar em conta a classificação dos resíduos e as opções disponíveis para a destinação dos mesmos.

Essa etapa inicial, requer um conhecimento mais refinado dos serviços disponíveis e não basta saber apenas quais são eles, é preciso saber também quando cada um deve ser feito e quanto custará no orçamento. É necessário então que se faça uma estimativa da quantidade dos resíduos por meio de um orçamento completo, comparativo e que demanda leitura do projeto, além de cálculo das áreas, as tabelas de engenharia, tubulações de números, entre outros.

Além disso, deve-se quantificar os materiais de cada serviço através de desenhos projetados, levando em consideração cada dimensão específica, bem como suas características técnicas. O levantamento da quantidade material deve ter uma margem de cálculo base mais fácil e acessível para outro projetista manipular. As contas devem ser conferidas conforme ocorrem mudanças nas características e dimensões da obra, pois outro levantamento de dados pode ser necessário. Por isso, as fórmulas padronizadas são as mais aconselhadas.

Evite poluição e desperdício



Para o orçamento, é preciso calcular as perdas de materiais que, inevitavelmente, vão ocorrer durante a obra. Essas perdas podem e devem ser evitadas em demasia, mas infelizmente é comum que as empresas normalizem o alto índice desse desperdício, gerando poluição e prejuízo inclusive para outras etapas da construção. Pensar uma forma de contribuição para a melhoria da qualidade desses materiais é a melhor solução.

O concreto é o principal exemplo que podemos dar, pois há, facilmente, excesso de vestígios do material. Além de deformações, há os resíduos que ficam na betoneira, que podem ocorrer excessos também durante a fabricação, além do material que se usa para moldar. As maiores perdas de concreto, estão, ainda mais, na diferença dimensional de projeto e campo, por exemplo: uma laje projetada para 10 cm que venha a ter dimensão final de 10,5 cm, já garante uma perda estimada de 5%, ainda que não se veja nenhum resíduo.

No decorrer de uma obra, a Equipe de profissionais da Demolidora Fortaleza irão calcular a média de prejuízo para que maiores desperdícios de materiais sejam evitados, implementando formulários de controles e estabelecendo padrões a serem seguidos para calcular cada etapa do processo. Entre em contato com a equipe mais especializada em demolição da grande BH e faça já um orçamento.

Veja outras postagens
demolidora empresa de demolição demolições
Central de Atendimento

(11) 5924-9600

Redes Sociais

 
Proporcionar aos nossos clientes a tranquilidade e a segurança através da prestação de serviços com qualidade, ética, eficiência, gentileza e atendimento diferenciado é o nosso maior diferencial.
Ap 3:8: "Eu o conheço bem! Você não é forte, mas tem procurado obedecer e não tem negado o meu Nome. Portanto eu lhe abri uma porta que ninguém pode fechar."